9 de março de 2013

Resenha: Medonhos, sujos e gentis


Editora: Dimensão
Páginas: 112
Tradutora: Ana Carolina Oliveira

Imagine ser muito rico e com apenas 12 anos ser sequestrado. Só que ao invés dos sequestradores serem monstros cruéis, são pessoas com qualidades e defeitos, coitados vivendo em meio á excessiva pobreza. Imagine também encontrar a paixão no cativeiro, amar alguém da família que te roubou da vida que estava acostumado.

É o que acontece na vida de Amaury.


Com Síndrome de Estocolmo ou não, o garoto é o interessante personagem central de Medonhos, sujos e gentis. Um livro para crianças, que nos faz pensar sobre a desigualdade existente em nossa sociedade e questionar o certo e o errado.

As ilustrações são graciosas e dão uma beleza maior ao livro.

Eu gostei bastante da leitura. Confesso que não esperava achar tão interessante. Não sou o público alvo, mas se a história é boa não tem isso. Qualquer um pode gostar.

É um livro fininho, que você consegue ler de uma tacada só. As crianças vão gostar. Mas adultos que gostam de boas histórias poderão se agradar também.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Meu nome é Carissa Vieira, tenho 24 anos e sou de Recife. Adoro cinema e literatura. Sou autora do livro Andanças, lançado no final de 2012.

Promoções

Curta o blog no Facebook

Seguidores

Tecnologia do Blogger.

Compre na Cultura

Total de visualizações de página