1 de abril de 2012

Resenha: Fazendo Meu Filme




Fazia tempo que eu desejava ler esta série. Como praticamente todo mundo que me conhece sabe, sou uma verdadeira apaixonada por cinema. Sem dúvida, é uma das coisas que mais amo no mundo, então um livro que a protagonista ama cinema me interessa.

Fazendo Meu Filme já ganhou meu coração por começar com uma citação de Moulin Rouge, um dos meus filmes favoritos.


“Dias tornaram-se semanas. Semanas tornaram-se meses. E então, um dia, eu fui para a minha máquina de escrever, me sentei e escrevi a nossa história. Uma história sobre um lugar, uma história sobre as pessoas. Mas, acima de tudo, uma história sobre amor. Um amor que irá viver para sempre.”

O livro conta a história de Fani, uma adolescente apaixonada por cinema e que sonha ser cineasta. Ela é apaixonada pelo seu professor de biologia, mas não tem coragem de demonstrar seus sentimentos.

De um dia pra o outro sua vida se transforma ao ser aceita em um programa de intercâmbio. Ela começa a ter que lidar com seus sentimentos, e com os sentimentos das pessoas próximas a ela.

Sabe quando você lê um livro e lembra de quando você tinha a idade da protagonista? Foi exatamente assim. Eu lembrava das minhas experiências aos 16 anos; de como tudo que hoje é tão simples, era complicado; de como as emoções eram confusas. Eu senti saudade dos meus 16 anos ao ler esse livro.

A Fani é uma protagonista fofa, apesar de algumas burradas. Ela é daquelas garotas adoráveis e inseguras, como muitas garotas adolescentes.

As amigas da Fani são um caso a parte. Hilárias e do tipo de amiga que ficam do seu lado. Eu adorei!
E o que é o Leo?

Quem não quer ter um melhor amigo lindo e maravilhoso como o Leo? Eu me senti meio pedófila ao piriguetar o Leo, mas assumo que babei por ele. Que garoto lindinho, esse que a Paula Pimenta criou. Como praticamente tudo no livro, me encantou.

Os capítulos sempre começam com citações de filmes (eu adorei isso, claro), e a história se passa em BH, o que, mesmo eu não conhecendo a cidade, me deu a sensação de familiaridade. É bom ler histórias que se passam no Brasil, com pessoas com costumes iguais aos meus.

Sem dúvida, recomendo a leitura. Fazendo Meu Filme nos transporta de volta para nossa adolescência, e de uma maneira linda. É muito bom relembrar as alegrias, tristezas, dessa fase tão interessante da nossa vida.

A escrita da Paula é boa, fácil e muito bonitinha. Se todos os livros da série forem bons como este primeiro, eu ficarei muito feliz.

-----------------

Só um aviso. Apesar do aviso que dei quarta-feira, minha internet ficou sem funcionar de novo e, apenas hoje, ela voltou. Então amanhã posto o resultado da promoção, ok?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Meu nome é Carissa Vieira, tenho 25 anos e sou de Recife. Adoro cinema e literatura. Sou autora do livro Andanças, lançado no final de 2012.

Se inscreva no YouTube

Siga por Email

Meu livro: Andanças

Tecnologia do Blogger.

Blog archive

Afiliados

Siga pelo Bloglovin

Follow on Bloglovin